Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

Desde o 11 de setembro que a religião voltou ao topo dos debates: primeiro, o Islão, o fundamentalismo, o lugar das religiões na política; depois, a sucessão do papa, o intelectual Bento XVI, a mudança anunciada por Francisco.

Francisco José Viegas 16 de Agosto de 2013 às 01:00

Pelo meio, a vigilância laica, as campanhas do ateísmo militante, de Dawkins a Hitchens.

Deus está e não está. Não está, se não quisermos. Está, se tivermos dúvidas, ou fé, ou praticarmos uma religião.

Em Montevideu (veio ontem no CM), instalaram uma cabina telefónica para "falar diretamente com Deus", "sem intermediários". Faz algum sentido.

Apenas algum, porque religião significa comunhão com os outros; mas Deus é outra coisa, mais além das religiões. O melhor lugar para falar com Deus é o deserto, onde a perturbação arde em silêncio, sem mirones ou audiências.

As religiões têm de inventar o caminho da tolerância; os homens, de percorrer os subúrbios da inquietação.

Francisco José Viegas Blog religião Deus
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)