Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
23 de Dezembro de 2008 às 00:30

Alto (1,89 m), corpulento e corajoso, Peskovic foi o principal responsável pelo nulo academista, levando os adeptos do Sporting ao desespero com quatro ou cinco defesas de ‘golo’; a cereja em cima do bolo estava guardada para os instantes finais e fica como uma das imagens mais fortes da jornada – a estirada prodigiosa de Boris, em contrapé, a sacudir ‘in extremis’ uma bola desviada para a própria baliza por um colega academista. O show de Alvalade parece ter dado um novo impulso à carreira do eslovaco, que tem contrato até ao final da época. "Existe a possibilidade de Peskovic continuar [na Académica], é uma questão de negociação", disse o empresário dele, alertando para o regulamento da FIFA que permite a um jogador assinar por outro clube a 6 meses de terminar um contrato. Para bom entendedor...

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)