Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
17 de Junho de 2010 às 00:30

O empate até foi normal, o que quase toda a gente criticou foi a desoladora [e desarticulada] exibição da Selecção. Isso é que desespera as pessoas: não haver sequer um ‘fio de jogo’ ao fim de dois anos de ciência-Queiroz. A Espanha perdeu, é verdade; mas jogou (e joga) muitíssimo mais do que a Suíça. É uma equipa confiante, organizada, onde todos sabem o que andam a fazer, a começar pelo treinador. "Cura de humildade" escrevia ontem a ‘Marca’. Mais vale perder agora e assim (bambúrrio) do que mais à frente. Tal como a Costa do Marfim (Eriksson), a mediana Suíça tem um treinador da elite mundial no banco. O que faz toda a diferença. Aquele ‘bloco’, aquela impressionante organização táctica é a cara de Ottmar Hitzfeld.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)