Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Manuel Catarino

Carros blindados

Magistrados que todos os dias lidam com o crime na Grande Lisboa – uns mais do que outros, é certo – entretêm-se no Facebook, como se não estivessem num espaço público, a gozar alegremente com a decisão da PSP de comprar cinco blindados.

Manuel Catarino 14 de Outubro de 2010 às 00:30

Era só o que faltava, amordaçar a opinião seja de quem for. Acontece que aos magistrados exige-se um nadinha de mais bom senso e de maior responsabilidade – principalmente, quando falam sobre autoridade do Estado, combate ao crime e manutenção da ordem pública. Só agora é que a PSP vai ter blindados – e apenas cinco? Já os devia ter há mais tempo.

Não teria passado pela vergonha de, ainda há pouco tempo, ter sido incapaz de entrar à primeira tentativa no bairro da Cova da Moura para cumprir um mandado assinado – e muito bem! – por um magistrado no recolhimento e remanso do seu gabinete de trabalho. A Polícia – em qualquer Estado de Direito – não pode ser submetida a semelhante vexame. Os blindados não são armas mortíferas – mas carros que conseguem colocar polícias onde eles são necessários. Ainda há magistrados que julgam que os polícias são os maus da fita.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)