Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
25 de Novembro de 2004 às 00:00
SIM
É preciso fazer justiça porque é a própria Justiça que está em jogo neste julgamento. É necessário que não haja dúvidas sobre quem foi abusado e quem abusou. É urgente que o Estado saiba que falhou no seu dever de defender os mais desfavorecidos, e que tem aqui a possibilidade de mudar. Não pode ficar tudo na mesma... porque se tal acontecer somos todos réus.
Miguel Alexandre Ganhão - Editor de Economia
NÃO
Todos querem que se faça justiça, mas a julgar pelo desenrolar do processo e contraditórias decisões das várias instâncias chamadas a pronunciar-se (atente-se no que se passou com as medidas de coacção), existem muitas dúvidas de que a Justiça possa vir, de facto, a clamar vitória. E depois chegam os recursos (a Justiça a funcionar) e, no final, corre-se o risco de nada ter mudado.
Luís F. Silva - Subeditor de Cultura & Espectáculos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)