Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
25 de Julho de 2007 às 00:00
SIM
Se Margarida Moreira acha que a decisão da ministra da Educação de arquivar o processo contra o professor Charrua foi “bem tomada”, ainda se percebe menos porque é que resolveu abri-lo. A decisão da ministra deixa-a numa posição insustentável – quis ser a guardiã da moral e dos costumes e acabou desautorizada.
José Carlos Marques, Subeditor de Portugal
NÃO
A directora regional fez o que lhe competia. Fernando Charrua, alegadamente, insultou o primeiro-ministro – o que, a ser verdade, não é bonito, goste-se ou não de Sócrates. Margarida Moreira suspendeu-o e instaurou-lhe um processo disciplinar. Se não deu em nada, não é problema dela. Não podia era ficar de braços cruzados.
Paulo João Santos, Editor de Fecho
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)