Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
20 de Agosto de 2002 às 23:29
SIM

O Sporting nunca fechou a porta ao goleador. Os “leões” continuam dispostos a receber o avançado e a prestar-lhe todo o apoio necessário para que possa regressar rapidamente aos golos.

Além do mais, Jardel mantém amigos pessoais no clube, casos de Rodolfo Moura e Ribeiro Telles, que vão procurar fazer com que reintegração de Jardel se processe sem problemas, apesar de algum cansaço por parte dos adeptos.

Pedro Sequeira | Subeditor do Desporto

NÃO

Jardel deixou de ter condições para representar o Sporting a partir do momento em que manifestou total desinteresse em vestir de verde-e-branco. E escolheu o pior caminho para anunciar a saída: a ingratidão!

Os ‘leões’, que sempre o trataram como um rei, dos dirigentes ao adepto anómimo, passando pela equipa técnica e massa associativa, não mereciam tamanha frieza e indiferença. A grandeza do clube é infinitamente maior que os 40 golos que o brasileiro garante por época.

Paulo João Santos | Editor Sociedade
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)