Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
21 de Janeiro de 2009 às 00:30

Curiosamente, os dignitários da Igreja que recusam a palavra ‘casamento’ para as uniões entre pessoas do mesmo sexo – "chamem-lhe outra coisa, mas não lhe chamem casamento!", clamou o patriarca de Lisboa –, nunca se manifestaram contra a designação de ‘paraíso fiscal’ dada às offshores, sendo que a palavra ‘paraíso’ lhes cabe bem mais na jurisdição.

O primeiro-ministro veio agora prometer lutar pela uniões gay (sem direito à adopção) e contra as offshores (com excepção da Madeira).

Chamemos-lhe, pois, outras coisas. Mas quais?

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)