Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
15 de Janeiro de 2007 às 00:00
“Não ao imperialismo!”, gritaram os pacóvios de Goa. O “imperialismo” fez Goa governar a Zambézia moçambicana, fez Goa porto de partida de naus para Malaca, Macau e Japão. Goa ligou o Ocidente e o Oriente.
Goa (Goa portuguesa!) ajudou a parir o Mundo tal como ele é hoje. Como nos envergonhar disso? A homenagem ao Presidente português foi também, por exemplo, aos médicos goeses que, em centenas de anos, andaram por Angola e Moçambique.
Goa do passado é o futuro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)