Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

César Nogueira

Cidadãos esquecidos

Passar ao largo das condições sub-humanas em que trabalham alguns profissionais é caricato.

César Nogueira 29 de Setembro de 2013 às 01:00

O ministro Miguel Macedo terá assumido esta semana que centenas de instalações das forças de segurança se encontram "em más condições".

Eu acrescento: há locais com condições desumanas, que põem em risco a saúde e a integridade dos profissionais. Ainda há dias a APG/GNR denunciou um caso no Posto de Serpa, em que a coexistência com ratazanas faz desta situação um urgente caso de saúde pública. Outros postos há – e não são poucos – em que chove lá dentro, com condições de habitabilidade muitíssimo aquém do mínimo exigível à dignidade humana.

É justo que a IGAI avalie as condições em que é atendido o cidadão e das instalações dos detidos, agora, passar ao largo das condições sub-humanas em que vivem e trabalham alguns profissionais é no mínimo caricato. É positivo que a Tutela tenha consciência da degradação das instalações, mas falta agir, até porque se se tratasse de um qualquer estabelecimento de outra natureza certamente teria sido encerado de imediato por representar risco para o cidadão.

E nós, não somos cidadãos?

policia esquecimento cidadãos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)