Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Manuel Catarino

Coliforme Merkel

Um exército invisível e silencioso, mas terrivelmente eficaz, ameaça a Europa. Fez as primeiras vítimas onde menos se esperava – a Alemanha.

Manuel Catarino 3 de Junho de 2011 às 00:30

A fortaleza comandada por Angela Merkel descobriu apavorada uma invasão por legiões de E.coli – uma bactéria com horror ao sabonete e ao desinfectante. Só podia ser coisa vinda dos bárbaros do Sul Intestino alemão, habituado a salsichas, carne de porco e a couve lombarda em chucrute, é um frasquinho de água de rosas. Ao contrário dos espanhóis, portugueses, gregos e, até, italianos – que põem em sério risco a saúde pública.

Merkel ergueu um cordão sanitário para proteger a sua Alemanha, até aqui livre de tão estranha bactéria, e proibiu a importação de pepinos espanhóis. Os pepinos, como se sabe, estavam inocentes. Não sei o que é pior – se a bactéria, contra a qual a medicina tem as suas armas, se o profundo desprezo da senhora Angela por nós todos.

O que realmente ameaça a Europa não é a simples E.coli, mas uma nova espécie chamada E.coli.merkel. É isto que nos está a matar. A estirpe alastra imparável. Ou arranjamos um remédio – ou não sobrevivemos à pandemia desta E.coli.merkel.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)