Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
12 de Outubro de 2004 às 01:32
SIM
Promessas de estabilidade governativa, baixas no IRS e aumentos nas pensões e salários da Função Pública. O primeiro-ministro utilizou artilharia pesada e disse aos “portugueses e portuguesas” aquilo que desejavam ouvir. Ergueu a bandeira da esperança e deixou recados direccionados. Com o anúncio de medidas para todos abafou aquilo que considerou como “ruído” dos últimos dias.
Paulo Fonte, Editor Executivo
NÃO
Os portugueses que esperavam um esclarecimento sobre os motivos que levaram ao afastamento do professor dos ecrãs da TVI, só podem sentir-se desiludidos com a intervenção do chefe do Governo. Ficaram na mesma. Santana tentou abafar o caso e até indicou o caminho: “Não dêem importância ao ruído que vai à nossa volta”. Ruído??? Marcelo é muito mais do que ruído. Como se verá...
Paulo João Santos, Editor de Portugal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)