Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
5 de Julho de 2010 às 00:30

São medidas de austeridade que passam não só pelo corte nas despesas com pessoal, nomeadamente através da redução de 35% dos cargos dirigentes, da diminuição de 5% dos salários dos responsáveis por cargos de direcção e chefia e do congelamento de admissões de pessoal e de promoções e progressões de carreira, como também pela cativação de 10% do orçamento de todos os custos da empresa.

Num cenário, como o que hoje se vive, de forte redução nas receitas da autarquia, estas são medidas, outras se seguirão, que visam alcançar a sustentabilidade financeira e o crescimento da administração local em Portimão no futuro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)