Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
28 de Dezembro de 2009 às 00:30

Muitos interpretam este antagonismo como um malefício – eu nem por isso: (i) o Governo perdeu a maioria absoluta e quer reconquistá-la; (ii) num quadro em que o principal partido da Oposição prescindiu de existir politicamente, é natural que a actuação de Cavaco assuma uma dimensão diferente – foi o que se passou quando Soares era Presidente e o PS estava como o PSD de agora.

Os papéis do Governo e do Presidente envolvem o ensejo do seu desacordo, delimitando territórios e vigiando-se mutuamente. Ainda bem que é assim – caso contrário, teríamos uma monarquia constitucional e todo o poder ficaria concentrado no todo-poderoso Sócrates…

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)