Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

Conversa exemplar

Na escuta ontem divulgada pelo ‘Sol’ da conversa entre Paulo Penedos e o actual secretário de Estado da Defesa, Marcos Perestrello, a propósito da "pornográfica" proposta de apoio de Figo a Sócrates, a troco de um apoio "à razão de 250 mil euros", a resposta de Perestrello chega a ser ofensiva num país em que há mais de 560 mil desempregados oficiais e 700 mil desempregados reais, dos quais a maioria não recebe subsídio de desemprego.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 20 de Fevereiro de 2010 às 00:30

Refere o então candidato à Câmara de Oeiras que o hipotético apoio de Figo a Sócrates "vale muitos votos. Essa m... dá muitos subsídios de desemprego". O secretário de Estado respondeu num comunicado em que se defende e diz que os termos da conversa estão absolutamente descontextualizados.

Mas comparar a pornografia de um contrato de uma vedeta futebolística, que recebe o dinheiro numa offshore, ao desespero diário de milhares de pessoas sem trabalho é indecoroso. Marcos Perestrello, como muitos outros políticos, em todos os partidos, é de uma geração de vida fácil para quem fez vida na política. Dos bancos da universidade e das Jotas saltaram para uma ascendente carreira. Nunca tiveram muito contacto com as dificuldades da vida real das outras pessoas. E a tragédia é que esta já é a estirpe de políticos dominante na democracia portuguesa.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)