Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Magalhães e Silva

Convite mesmo?

A posição do PS, pelo menos nas últimas semanas, é a de que a fórmula da troika está errada, não porque o indispensável reequilíbrio das contas públicas se possa fazer sem austeridade, mas porque não há maneira de parar o crescimento da dívida e de tornar minimamente viável o seu pagamento sem que a economia cresça.

Magalhães e Silva 21 de Abril de 2013 às 01:00

Ora, até ao presente, o discurso governamental de resposta ao chumbo do TC tem sido melodia de uma nota só, isto é, onde se corta ou onde se taxa, para colmatar o buraco das contas, que já era grave pela má execução orçamental e pior ficou com a decisão do Palácio Ratton.

Surpreendente é que, para esse percurso de cortes e impostos, tenha imaginado que podia ter o PS como companheiro de viagem. É que a reta intenção do Governo só estará patente se o convite ao PS para consensualizar vias de equilíbrio orçamental for acompanhado da panóplia de medidas aptas a contrariar este pesadelo que é a espiral da recessão. Se é só para cortar, então não se lamente de o PS não querer partilhar o leme de um barco que está prestes a naufragar.

convite ps troika
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)