Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
4 de Julho de 2010 às 00:30

A normalidade reposta numa bofetada tremenda do velho Continente aos que falavam numa ‘Copa América’. As suspeitas sobre o valor real da incensada Argentina confirmaram-se no primeiro embate contra um peso-pesado: o onze sul-americano foi autenticamente trucidado por uma super-Alemanha que castigou Maradona & Messi com ‘banho de bola’ monumental (4-0) enfeitado com golos de filigrana latina. Já a Espanha sofreu horrores para vencer a resistência do bravo Paraguai e pode agradecer o apuramento ao árbitro (que anulou um golo limpo a Sanchez), a Óscar Cardozo (ops, o vilão..) e ao instinto assassino de David Villa, que marcou depois de fabricar um penálti que Xabi Alonso desperdiçou.

Ver comentários