Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
15 de Agosto de 2003 às 00:10
E infelizmente tínhamos razão nas dúvidas lançadas, tanto assim que os aviões pesados de combate aos fogos começaram agora a ser operados a partir de Beja, depois de serem criadas as necessárias condições de manutenção das aeronaves. Tivemos razão, mas infelizmente, porque entretanto se perderam preciosas horas de voo, que ao invés de serem consumidas no combate aos incêndios foram gastas no desnecessário vaivém entre Tires e o Algarve. A isto chama-se má gestão de recursos e não se pode atribuir as culpas aos proprietários dos aviões, porque o fito deles é o lucro – como em qualquer empresa. A culpa é de todos, porque há alguns anos deixámos que um governo entregasse aos privados todo o processo de combate aos fogos por meios aéreos. Haja coragem para o reconhecer e mudar.
Ver comentários