Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
4 de Fevereiro de 2004 às 00:08
SIM
Só um maior investimento pode evitar que a prisão seja uma escola do crime, recuperando para a vida quem, por algum motivo, cometeu um delito. Caso contrário – e os números não deixam dúvidas – quando os presos conquistam a liberdade, depois de cumprida a pena, regressam à marginalidade. Muitos dos jovens que povoam as nossas cadeias acabaram de chegar à idade adulta. Merecem uma segunda oportunidade.
Paulo João Santos - Editor de Sociedade
NÃO
O País tem os meios necessários para atender à reinserção social. A questão reside no tipo de pessoa que comete o crime e não na ajuda que obtém após sair da prisão. Já lá diz o ditado que ‘quem nasce torto, tarde ou nunca se endireita’. E a prova disso mesmo é a outra metade que não regressa à cadeia. Se uns se reabilitam e outros não, a culpa não pode ser dos organismos de reinserção. É antes uma questão de personalidade.
Fátima Vilas-Bôas - Editora Cultura & Espectáculos
Ver comentários