Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
11 de Outubro de 2007 às 00:00
Resguardamos tanto as nossas crianças que as estamos a tornar em seres desprovidos de vontade própria. Asfixiamos-lhes o gosto pelo risco. Nos meus alunos vislumbro conformismo a mais e ousadia a menos.
A curiosidade, meio primordial de adquirir saber, já não é bem vista nas novas gerações. Com Bolonha ou sem ela, confronto-me com turmas de meros receptores, intelectual e socialmente indolentes.
Mário Capecchi nasceu em Itália há 70 anos. Dos quatro aos oito anos viveu nas ruas, sozinho, após a sua mãe ter sido presa num campo de concentração nazi. Emigrou para a América, doutorou-se em Harvard. Esta semana, ganhou o Prémio Nobel da Medicina.
Dei por mim a pensar que caso tivesse sido super-protegido na infância nada disso teria acontecido.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)