Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
30 de Maio de 2010 às 00:30

Defender bem é absolutamente essencial para quem quer chegar longe num Mundial. O central italiano Chiellini dizia ontem que Marcello Lippi tem insistido que a defesa ‘é a grande base’ da azzurra. Se é. Em 2006, a Itália de Buffon-Zambrotta-Cannavaro-Materazzi-Grosso foi campeã com apenas um golo sofrido nos quatro jogos da fase eliminatória (penálti de Zidane na final). Quatro anos antes, no Japão, o Brasil de Marcos-Cafú-Lúcio-Roque Junior e Roberto Carlos foi campeão com dois golos sofridos [da Holanda, 3-2] na fase do ‘mata mata’. É bom sinal que Eduardo ‘trancas na porta’ esteja a 94 minutos de bater o recorde nacional de inviolabilidade. Começa-se sempre por aí...

Ver comentários