Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
12 de Julho de 2010 às 00:30

Em Março passado, Barack Obama fez aprovar uma nova taxa turística, no valor de 10 dólares, para os visitantes estrangeiros.

Criar empregos, fomentar as viagens para os EUA e ajudar a indústria turística, que sofreu perdas importantes em consequência da crise económica, foram as razões para a decisão. Tanto em Barcelona, como nos EUA, no Brasil ou em Paris, e salvaguardando as devidas diferenças, existe uma ideia em comum, a de a taxa de turismo surgir como uma opção viável na geração de receita adicional para garantir o planeamento, desenvolvimento e manutenção das actividades essenciais ao sector Turismo.

Não sei se me podem confirmar: há sensivelmente um ano, ouvi o Presidente da Câmara Municipal de Portimão a falar sobre este assunto. Lembram-se das reacções? 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)