Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
6 de Agosto de 2006 às 00:00
Quando finalmente nos fizemos à estrada percebemos os efeitos dos últimos ataques. Com pontes e auto-estradas arrasadas e as vias secundárias completamente congestionadas, o nosso avanço foi muito lento e trabalhoso. À medida que aprofundo contacto com as pessoas, impressiona-me o facto de os pais de jovens combatentes não chorarem os filhos. Para eles trata-se de mártires e heróis, cuja morte valoriza e honra a família.
Ver comentários