Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
18 de Maio de 2003 às 00:52
A reacção de uma instituição com a história da Universidade de Coimbra tem necessariamente de ser atendida.
Há uma quantidade de propostas em cima da mesa que não correspondem às necessidades académicas e às carência do País.
Para além da reivindicação imediata das propinas, há uma grande insatisfação quanto à evolução do ensino, às perspectivas dos estudantes e ao papel das universidades.
Estamos a assistir a um aumento da taxa de desemprego, que atinge também as pessoas mais qualificadas, sobretudo os jovens.
Este facto gera situações de grande descrença e de insegurança.
Parece haver uma geração que está sempre à procura do seu espaço, mas não o faz a coberto da serenidade. São muitos os dilemas e o dramatismo.
A insatisfação não é só dos jovens, mas quando a juventude desce à rua e manifesta a sua inquietação, temos de estar atentos.
Eles são um detonador do futuro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)