Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Eduardo Dâmaso

Diabolizar as escutas

O que terão afinal as escutas da ‘Face Oculta’ enviadas para o Parlamento e que tanto assustam o BE e o CDS, companheiros do PS na diabolização das ditas!? Para o juiz do caso elas são essenciais para compreender o negócio PT-TVI, mas o BE e o CDS, que supostamente andam à procura da verdade sobre o que se passou, preferem acompanhar o PS, que não anda à procura da verdade.

Eduardo Dâmaso(eduardodamaso@sabado.cofina.pt) 12 de Maio de 2010 às 00:30

 Mais de meio País já percebeu, pelo que foi publicado nos jornais que elas são, de facto, essenciais, mas o BE e o CDS barricam-se num palavreado inútil que só aproveita quem nelas vê um acto de "espionagem política". Entendamo-nos: as escutas enviadas para o Parlamento não são transcrições integrais de escutas mas apenas resumos destas com o que interessaria ao processo que o procurador--geral da República não quis abrir. Não há processo, não há transcrições nem pormenores da vida íntima. É dos livros! Depois, diabolizar as escutas como instrumento de investigação é inacreditável. O BE, o CDS e o PS têm neste caso um discurso sobre as escutas que certamente não aplicam aos crimes de terrorismo e banditismo. Nestes, as escutas são importantes, já nos outros... Tanto ziguezague só se percebe se afinal as escutas trouxerem mesmo alguma verdade, provavelmente muito inconveniente para os interesses destes partidos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)