Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
21 de Agosto de 2011 às 00:30

As medidas do Governo na electricidade, no gás, nos transportes e outras são angústias esperadas. Outras virão, ao que parece. As Câmaras Municipais estão afogadas em dívidas, algumas há muitos anos, outras recentemente. E os bancos não querem emprestar dinheiro. Nestes tempos complicados também precisamos de sinais de esperança, de um caminho de saída. O Estado tem de cortar na despesa e não pode ser só no funcionalismo, tem de começar por cima. Há por aí muito gestor público, muito assessor e outros a ganharem fortunas, sem se saber o que fazem, ou se sabem fazer alguma coisa de útil.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)