Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Garcia

Dignidade no trabalho

É assim que se aposta no combate ao crime económico? Que bem fala Frei Tomás...

Carlos Garcia 29 de Setembro de 2013 às 01:00

O quotidiano na PJ está cada vez mais difícil, os Inspetores não têm condições de trabalho e muitos já trazem de casa o que faz falta para as investigações. Já nos tínhamos habituado às relíquias automóveis com mais de 250 mil km e mais de 10 anos de ‘idade’, que passam mais tempo na oficina que a trabalhar, e aos históricos computadores ‘Pentium 4’ de igual longevidade, que bloqueiam a cada minuto.

Mas agora não há elevadores, não há DVD (alguns trazem de casa para utilizar nos ‘seus’ processos), nem envelopes (uma folha A4 dobrada resolve!), nem caixas para acondicionar os apreendidos (a ponto de haver ‘caça’ ao papelão!), nem tonners a cores (já há reportagens fotográficas nos processos a preto e branco!) …Sem condições de trabalho, sem estatuto (ao contrário de outros no Ministério da Justiça) e sem perspetiva de carreira, sem estratégia institucional, a motivação entre os investigadores está em "mínimos históricos"...É assim que nos agradecem? Que reconhecem o trabalho, a dedicação e a abdicação?

É assim que se aposta no combate ao crime económico, à corrupção? Que bem fala Frei Tomás…

trabalho dignidade
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)