Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
10 de Maio de 2006 às 00:00
SIM
As boas regras da diplomacia recomendam que um ministro dos Negócios Estrangeiros trate com respeito os seus homólogos, independentemente dos diferendos políticos que possam envolver os seus países. Por isso, Freitas do Amaral, se foi apresentado ao seu homólogo pelos responsáveis do protocolo de Estado, como diz o seu porta-voz, fez bem em cumprimentá-lo. A diplomacia é isto mesmo.
António Sérgio Azenha, Editor de Política
NÃO
Diplomata experiente, Freitas está com certeza treinado para evitar qualquer situação que o obrigue a cumprimentar um dirigente de uma organização islâmica que a UE considera terrorista. Logo por azar, aconteceu depois da história dos ‘cartoons’ e dos elogios do Irão. São coincidências a mais. Qualquer dia ainda sugere à escritora Maria Roma, sua mulher, que mude o pseudónimo para Maria Meca.
João Ferreira, Editor de Sociedade
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)