Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
4 de Setembro de 2004 às 00:00
SIM
O facto de o extremo não ter sido informado da dispensa pelo clube é ofuscado por um outro, ocorrido seis meses antes, quando os ‘dragões’ abriram a porta a um jogador que estava fora da selecção, sem lugar na Lazio e privado de alinhar na Liga dos Campeões. Findo o contrato, a realidade falou mais alto: Sérgio não se afirmou e sendo um dos jogadores mais bem pagos do plantel acabou dispensado.
Pedro Sequeira - Editor de Desporto
NÃO
Não se criam expectativas com quem não se conta. Tanto mais tratando-se de um jogador que deu tudo ao Porto antes de rumar a Itália e que está ligado a muitos dos êxitos da equipa. Quando o Sporting entrou na corrida, Sérgio deixou o coração falar mais alto. O Porto estendeu-lhe a passadeira. Depois sentou-o no banco. E acabou por nem sequer o informar da dispensa. Não merecia.
Paulo João Santos - Editor de Portugal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)