Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Alexandre Ganhão

Dívidas em casa

O setor da construção atravessa um penoso deserto.

Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 12 de Outubro de 2013 às 02:52

As grandes empresas estão afogadas em dívidas, mesmo aquelas que, durante largos anos, dominaram os maiores negócios do País.

É o caso da Obriverca. A empresa de Eduardo Rodrigues construiu alguns dos condomínios de luxo mais caros do País e alimentou-se do fácil crédito bancário, especialmente dado pelo Grupo Espírito Santo.

Agora, na sua sede, num empreendimento em Alverca, a empresa nem tem dinheiro para pagar o condomínio. São 29 220 euros que a construtora deve à administração do prédio. O anúncio, que agrega outros devedores, está exposto na porta da garagem.

- Foi o próprio Eduardo Catroga que se ofereceu a Ricardo Salgado e Pedro Queiroz Pereira para fazer as pazes entre os dois.

- Vários quadros superiores da Zon/Optimus já estão a sentir os efeitos da fusão; foram despedidos.

- Vasco Mello, que tem 4,6% da EDP (via José de Mello SGPS), e José Maria Ricciardi com 2,38% (via BES) estão furiosos com o governo.

construção dívidas deserto negócios empresas obriverca eduardo rodrigues
Ver comentários