Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
30 de Abril de 2010 às 00:30

Na segunda-feira a imprensa comentava abundantemente os ditos e os não-ditos da véspera, enquanto a ‘Standard & Poor’s’ nos desfazia as contas alimentando os especuladores. Na terça-feira o mar estava esquecido por completo em Lisboa. O PSI 20 imperava em baixa.

Então José Sócrates e Passos Coelho, que não tinham discursado na AR, juntaram-se em S. Bento e falaram à Comunicação Social portuguesa, espanhola e alemã uma cena jamais vista na Grécia. Sócrates foi pragmático. Aproveitou a presença liberal do líder do PSD e anunciou cortes nas despesas com os desempregados que aumentam com a crise, tendo admitido antecipar algumas medidas do PEC. Mas não se referiu ao adiamento do Código Contributivo para a Segurança Social votado pela oposição. Assim ninguém corou apesar do mal-estar.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)