Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
21 de Setembro de 2010 às 00:30

A insistência em Valdés e Djaló, intermitentes e pouco combativos, além de previsíveis tecnicamente, deu ao Benfica a vantagem de um reconhecimento completo, além de exacerbar a desmoralização interna. Porque do jogo de Lille tinham saído boas pistas para o reforço do moral e das soluções técnicas, apagando a frustração da jornada anterior, maior é a desilusão. Uma equipa, duas velocidades - eis a terrível descoberta que os sempre esperançados adeptos leoninos ‘descobriram' na Luz.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)