Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
9 de Abril de 2011 às 00:30

VAGA POPULISTA

Efeito da crise económica e da impotência das "elites", uma protestatária vaga de fundo levanta-se em toda a Europa e traz consigo um novo tipo de líderes populistas, com um discurso bem aceite pelo eleitorado: assertivo, neo-nacionalista e a exigir "o Estado de volta". A maionese da "europeização" parece deslaçada... Bruxelas tem mais um problema.

SÍNICO CINISMO

A cooperação Angola-China (troca de petróleo por cimento) já teve melhores dias. As empresas chinesas não cumprem os acordos bilaterais e mesmo a qualidade dos seus edifícios é bastante criticada.

ABISMOS

Com mais de 222 mil milhões de dólares, o défice orçamental americano de Fevereiro é superior ao défice total de 2007, último ano antes da grande crise.

COMISSÕES

Quem é que irá fazer os negócios das privatizações que a vinda do FMI torna "inevitáveis" e, portanto, a baixo preço? Como quem compra barato pode oferecer comissões maiores, o FMI, afinal, pode até nem fazer só cidadãos infelizes.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)