Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
22 de Agosto de 2002 às 19:11
Três homens habituados a decidir a vitória das suas equipas irão disputar o título de melhor futebolista da Europa na quinta-feira.

O holandês Rudd Van Nistelrooy (Manchester United), o francês Zinedine Zidane e o espanhol Raul Gonzalez (ambos do Real Madrid) são os candidatos ao galardão, atribuído durante a “Gala da UEFA”, que este ano se realiza no Mónaco.

Na noite da cerimónia – que a Sport TV se propõe transmitir em directo a partir das 20h00 – são também atribuídos prémios ao melhor treinador, melhor guarda-redes, melhor defesa, melhor médio e melhor avançado. Nesta última categoria, repetem-se os nomes de Raul Gonzalez e de Rudd Van Nistelrooy, aos quais se soma David Trezeguet (Juventus).

O alemão Oliver Kahn (Bayern Munique) poderá ganhar pelo 4.o ano consecutivo o título de melhor guarda-redes europeu, disputando-o com Gianluigi Buffon (Juventus) e Jerzy Dudek (Liverpool). Por seu turno, Fernando Hierro (Real Madrid), que conquistou o prémio de melhor defesa em 1998, tem pela frente dois adversários de peso: Cafú (AS Roma) e Sami Hyypia (Liverpool).

Quanto aos nomeados para melhor médio, eles são Michael Ballak (Bayer Leverkusen), Roy Keane (Manchester United) e Patrick Vieira (Arsenal).

Finalmente, a UEFA anunciará aquele que considera o melhor treinador dos clubes europeus em 2002. O vencedor da edição de 1999, Alex Fergunson (Manchester United) é novamente um dos nomeados, tendo pela frente Klaus Toppmoller (Bayer Leverkusen) e Vicente del Bosque (Real Madrid).

ROL DE ESTRELAS

A lista dos contemplados pelos galardões da “Gala da
UEFA”, ao longo dos cinco anos de história deste evento, é um verdadeiro rol de estrelas do futebol europeu e até mundial. Entre os anteriores vencedores do prémio de melhor futebolista contam-se David Beckham e Ronaldo.

A primeira edição desta gala, em 1998, foi dominada pelo brasileiro Ronaldo, que recebeu os prémios de melhor jogador e melhor avançado. No ano seguinte, o êxito do Manchester United na Liga dos Campeões foi recompensado com a atribuição de galardões ao treinador Alex Fergunson, ao defesa Jaap Stam, e a David Beckham, tendo este último acumulado os títulos de melhor avançado e melhor futebolista.

Fernando Redondo, do Real Madrid, foi o grande vencedor da edição da gala de 2000, recebendo o prémio de melhor futebolista europeu. Já em 2001, destacou-se Oliver Kahn, por ter levado para casa, pela terceira vez consecutiva, o prémio de melhor guarda-redes. A equipa de Kahn, o Bayern Munique, foi ainda honrada pela atribuição do título de melhor treinador a Ottmar Hitzfeld e de melhor futebolista a Stefan Effenberg.

Sport TV | Quinta-feira | 20.00
Ver comentários