Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Alexandre Ganhão

E temos de aguentar

Longe vão os tempos em que as empresas convidavam os trabalhadores com 55 anos a aderir à pré-reforma. Na Europa falava-se em "mais tempo para o lazer". A longevidade matou o sonho do Estado Social. A crise económica fez o resto do trabalho.<br/><br/>

Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 4 de Março de 2009 às 00:30

Hoje fala-se em 'envelhecimento activo', uma forma cândida de dizer que é preciso aguentar o posto de trabalho o mais tempo possível e trabalhar até que a idade o permita. Tenta--se convencer os patrões com descontos na taxa social e benefícios fiscais e trava-se a renovação da massa laboral para não pressionar as contas da Segurança Social.

Só a solidariedade geracional pode trazer alguma dignidade aos últimos dias.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)