Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
6 de Abril de 2010 às 00:30

Ao confundir a cabeça com a mão de Moisés, aos 8 minutos, Soares Dias derrubou a peça que fez ruir tudo o que se seguiu.

Em busca da serenidade no resto do tempo, o árbitro tomou decisões discutíveis (o primeiro penálti para o Sp. Braga), acertadas (o segundo) ou francamente disparatadas (o terceiro), e confirmou o desnorte num segundo amarelo a Rodríguez, sem ter havido primeiro. O V. Guimarães vai protestar o jogo, invocando um erro técnico difícil de provar, entre vários erros de facto.Mas, numa Liga transformada em insuportável concurso de gritos, esse é um mero pormenor.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)