Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
4 de Outubro de 2006 às 00:00
Hoje, um conto imoral: o político Paulo Maluf que, no ano passado, esteve preso durante 4 meses, foi o deputado brasileiro mais votado no domingo. Não se pôde repetir uma das melhores manchetes da língua portuguesa, a do jornal ‘O Pasquim’, quando ele perdeu as eleições para prefeito de São Paulo, em 1988: “Maluf deu-se mal.”
Finalmente, o meu lamento por Samuel Silva, ex-candidato do PMN a deputado, não ter concorrido desta vez. No seu tempo de antena, em 2002, durante 24 segundos enunciou todo o seu programa. Disse 13 vezes, soletradinho: “Samuel Silva.” E só isso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)