Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
4 de Junho de 2004 às 00:00
A campanha eleitoral é, felizmente, ofuscada pelo Euro’2004, o que preserva os portugueses de depressões maiores – pelo menos por agora – e por isso ligam pouco à Oposição que clama contra uma suposta tolerância de ponto no dia 11, aos partidos preocupados com orelhas ou com racismos de direita. Esta campanha eleitoral continua a tentar fazer subir a abstenção, o que não é fácil. Mas começo a achar que é perfeitamente possível e que os partidos vão conseguir o seu desiderato. Ainda não tínhamos visto uma campanha destas em 30 anos de democracia. Significativa é também a viagem de Ali Alatas a Portugal. O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros da Indonésia foi sempre respeitado como um diplomata de estirpe por Durão Barroso e Ana Gomes, mesmo nos tempos mais difíceis da questão de Timor. A sua visita mostra que Timor é hoje uma realidade indiscutível até para a Indonésia, o que é uma boa vitória. A outra face da moeda é que ainda está longe de ser um país indiscutível e viável do ponto de vista económico e democrático.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)