Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

César Nogueira

Elevar o protesto

A indignação sentida pelos profissionais da Guarda esta semana, ao verificarem o não pagamento do seu subsídio de férias, teve expressão na acção de protesto da passada sexta-feira.

César Nogueira 24 de Junho de 2012 às 01:00

A consciência de que o Governo tende a tornar definitivas medidas que tem "vendido" como temporárias é algo que continuará a merecer a indignação dos profissionais, que também não se esquecem que, além dos ataques às suas remunerações e subsídios, estão em risco de perder o seu subsistema de saúde. Urge elevar o tom do protesto, continuar a mobilizar o nosso descontentamento, pois não são os profissionais da GNR os responsáveis pelas decisões políticas do Governo que têm comprometido o País e, muito menos, pelas sucessivas medidas de austeridade que, em termos reais, só têm resultado em mais crise e mais austeridade. Subsistindo a pressões, a APG continuará na linha da frente do protesto, ao lado dos profissionais, reivindicando retroactivos por pagar, promoções em atraso, condições dignas de serviço e, obviamente, os subsídios a que temos direito.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)