Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
31 de Dezembro de 2009 às 00:30

Em 2010 duplicará a nossa dependência de um Estado cada vez mais inchado. Em 2010 subirão os impostos com o pretexto da crise que passou e da que está para vir. Em 2010 o País ficará mais endividado. Em 2010 vamos ser superados por outra mão-cheia de países do ex-Leste europeu. Em 2010 a podridão dos homens públicos já não abalará quase ninguém. Em 2010, falar-se de corrupção passará a ser uma grave falha de etiqueta. Em 2010 a liberdade de expressão ocorrerá só às vezes. Em 2010 nenhum dos crónicos problemas que este regime retém será resolvido. Em 2010 ficaremos ainda mais iguais ao que éramos em 1910.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)