Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Fernanda Cachão

Entre vizinhos

O jornal alemão ‘Die Welt’ criticou Portugal por pedir dinheiro à UE, quando tem guardadas reservas de ouro no valor de 13 mil milhões de euros. Escreveram que "parte deste dinheiro deveria ter sido usado para amortizar dívidas, reduzindo os respectivos juros".

Fernanda Cachão 5 de Julho de 2011 às 00:30

Faz lembrar a mulher da vila da Madalena, no Pico (Açores) que, quando tem cabritos de leite, os esconde numa caixa e só vão à cabra para mamar.

A justificação dela ilustra a sabedoria: "Temos de ter as cabras e as ovelhas ao pé de nós, senão roubam-nas. E com os cabritinhos temos de ter muito cuidado."

Mas a sabedoria perde com a esperteza: "Roubam-nos, convidam-nos para comer e, quando estamos nos ossinhos, ainda dizem: ‘Olha esse que comeste era teu!’" As regras de vizinhança são de difícil gestão.

No Pico, as poucas cabras, selvagens, trepam ao cume da montanha. As vacas pastoreiam a latitudes menores, ainda assim bem longe do mar – onde a faina tem aumentado mas sem peixe nas redes, por via de outros vizinhos, os espanhóis.

À cota intermédia pastoreiam as vacas, a maioria de raça charolesa. Menos do que em São Miguel, onde predomina a frísia. Não é arrogância entre vizinhos.

A UE subsidia em dobro as charolesas. Pormenor: a vizinhança europeia manda Portugal comprar aos holandeses as frísias e aos franceses as charolesas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)