Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Manuel Catarino

Está doido, está...

Os psiquiatras do Instituto Medicina Legal que avaliaram Henrique Sotero – o homem acusado de 74 crimes, entre violações, coacção sexual, roubos, raptos – acham que ele não é bom da cabeça.

Manuel Catarino 13 de Janeiro de 2011 às 00:30

Dizem que sofre de uma "compulsão" – tara que o levou a violar um número ainda não apurado de mulheres: ele diz que foram 40, mas apenas 14 apresentaram queixa. A tal compulsão de que padece só lhe traz vantagens – porque os dementes como ele beneficiam de imputabilidade diminuída: não pode ser totalmente responsabilizado pelos crimes e a pena, nestes casos, costuma ser reduzida. Quando foi interrogado pelo juiz de instrução criminal, o doido lembrava-se do nome de todas as vítimas. Agora, a partir da cadeia, mandou uma carta às mulheres que violou a pedir-lhes um "sincero perdão". Enviou-lhes, ainda, um vale postal no valor de 20 euros a título de indemnização. Não sei se Sotero é mesmo maluco. Se é – como muito provavelmente será declarado – devia ter-lhe sido vedado o acesso à informação sobre as moradas. A nossa Justiça cuida mais dos direitos dos canalhas e preocupa-se menos com a protecção das vítimas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)