Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
10 de Outubro de 2010 às 00:30

Os seus jogos e passatempos disputam a atenção do consumidor com a telenovela e os concursos. O "top" das aplicações (www.appdata.com) é dominado por novas marcas. Se o Facebook é o príncipe do entretenimento, o Twitter vence no noticiário. A última mudança no site reforçou o papel de agência noticiosa global. Com vantagens: canaliza tráfego para os sites e proporciona a conversa sobre os directos televisivos. Duas conclusões. Primeira: cada vez mais, a televisão sobra para quem não tem internet. Segunda: o Twitter é afluente do jornalismo on-line e da televisão, enquanto o Facebook é concorrente.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)