Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
10 de Março de 2010 às 00:30

SIM

É estranha a queda abrupta do FC Porto, que em meia dúzia de dias perdeu o campeonato e saiu da Champions. Mas mudar de treinador, nesta altura, seria hipotecar o que os azuis-e-brancos podem ainda conquistar esta época: a Taça de Portugal e a da Liga.

Paulo João Santos, Chefe de Redacção

NÃO

Tal como Roma não paga a traidores, o FC Porto tolera pouco quem cai com estrondo e sem glória. A humilhante derrota frente ao Arsenal, após o desaire no Estádio de Alvalade e o empate caseiro com o Olhanense, marcam o fim da linha para Jesualdo Ferreira.

Leonardo Ralha, Editor de Cultura & Online

Ver comentários