Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
14 de Janeiro de 2007 às 00:00
SIM
Como a própria palavra indica, o mecenato refere-se à prática de apoio humanista e altruísta. Se assim não fosse, os benefícios não fariam sentido. Agora, o que é mesmo de lamentar é que as empresas e os particulares tenham em mente os benefícios quando praticam o mecenato. Em terra de cegos, quem tem olho é rei, não é?
Fátima Vilas-Bôas, Editora Cultura & Espectáculos
NÃO
As verbas dadas a título de mecenato são contabilizadas como custo das empresas, diminuindo assim os lucros sobre os quais incidem os impostos. Está dado, desta forma, o justo benefício a quem quer contribuir para causas nobres. Majorar estes montantes ao nível fiscal é um convite à fraude aproveitada por muitos.
Miguel Alexandre Ganhão, Editor de Economia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)