Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
15 de Março de 2006 às 00:00
SIM
Sejamos positivos. Depois de tudo o que foi feito para manter ‘vivas’ as gravuras, não faz sentido abandoná-las. Com tamanho Património da Humanidade, Foz Côa tem tudo para se transformar num local de visita obrigatório para o turismo arqueológico. Só é preciso vontade para criar as infra-estruturas necessárias. O resto está lá. A começar pela arte duriense de bem receber...
Fátima Vilas-Bôas, Editora de Cultura & Espectáculos
NÃO
O Museu do Côa é, lamentavelmente, mais uma daquelas promessas que se arriscam a cair em saco roto. Se Portugal fosse um País de empreendedores com ‘faro’ para o negócio, esta obra não só já estava construída como, aproveitando o impacto internacional da divulgação das gravuras, teria condições para ser rentável. Com todos estes atrasos, arrisca-se a ser mais um ‘elefante branco’.
António Sérgio Azenha, Editor de Política
Ver comentários