Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Fumaça

E pronto: mais uma guerra entre Israel e os palestinianos do Hamas. Culpa de quem? Antes de responder à pergunta, um desabafo: anos e anos a escrever sobre o assunto e o rótulo de pró-israelita está-me colado à testa, por sinal bastante grande. Um erro. Eu não sou pró-israelita.

João Pereira Coutinho 18 de Novembro de 2012 às 01:00

Eu sou apenas pró-ONU: existe uma resolução de 1947 (a 181) que recomenda a divisão da Palestina entre árabes e judeus. A questão está em saber quem, historicamente, aceitou essa resolução. Israel aceitou-a desde o início. Os árabes recusaram-na sucessivamente.

Hoje, podemos discutir a indignidade dos rockets lançados de Gaza para Israel (mais de 800 só este ano); ou, então, atribuir intuitos eleitoralistas às manobras militares de Netanyahu, que vai a votos em Janeiro. Não dou para esse peditório. Em vez dele, faço apenas a mesma pergunta de sempre: o Hamas alguma vez esteve disponível para reconhecer Israel e ser vizinho do ‘estado sionista’? O resto é fumaça. Literalmente.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)