Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
29 de Dezembro de 2005 às 00:00
SIM
Dado o peso dos gastos com os salários e reformas da Função Pública é impossível controlar o crescimento da despesa do Estado sem moderação dos aumentos salariais. É legítimo que os funcionários tenham expectativas para aumentos superiores, mas há que salientar que nenhum ministro das Finanças pode inventar dinheiro e são os contribuintes a pagar os aumentos.
Armando Esteves Pereira, Editor Executivo
NÃO
Os funcionários públicos merecem, como qualquer trabalhador, manter o poder de compra. Se há incompetentes, devem ser despedidos – pôr os bons a pagar pelos maus é que não. Numa época em que se pedem sacrifícios, era bom que o Governo desse o exemplo. E não tem dado, com as habituais nomeações de amiguismo, para as quais o orçamento parece sempre infinito.
Nuno G. Pereira, Editor de Sociedade
Ver comentários