Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
22 de Julho de 2012 às 01:00

A forma como têm sido tratados os mais pobres e frágeis é pólvora capaz de incendiar até os mais resignados e temerosos, ao mais pequeno rastilho! Convém não esquecer o adágio popular, hoje mais presente do que nunca: "Quem semeia ventos colhe tempestades!"

Quando pousar a poeira do acórdão do Tribunal Constitucional e formos confrontados com as saídas encontradas pelo Governo para o fazer cumprir, através da proposta de orçamento a apresentar na Assembleia da República, ninguém perdoará a Governo e Parlamento que não saibam interpretar o povo, preferindo o ilusionismo político ao DEVER de, juntos, saberem prevenir o "terramoto social" que um orçamento manchado por INJUSTIÇAS poderá fazer eclodir!

Ver comentários