Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Interesses nacionais

O governo PS voltou a abortar um negócio da PT. Há uns meses, o eng. Sócrates meteu o bedelho entre a PT e a TVI, não porque esse negócio seria ruinoso para os cofres do Estado – mas ruinoso para o bom nome do PS. Foram razões políticas, e não nacionais ou económicas, que levaram o estado a usar a sua aberrante ‘golden share’ para sossegar a opinião pública em vésperas eleitorais.

João Pereira Coutinho 2 de Julho de 2010 às 00:30

Agora, novo episódio. A esmagadora maioria dos accionistas desejava vender a participação na Vivo aos espanhóis? Sócrates puxou pela ‘golden share’, invocou o ‘interesse nacional’ e depois, em artigo para o ‘Público’, ainda puxou as orelhas aos accionistas: gente que vende as jóias da coroa por meia dúzia de patacos imediatos.

O que impressiona no artigo não é apenas o desprezo pelo mercado livre, pela soberania dos accionistas e até pela mera legalidade negocial. Impressiona é ver a nossa ‘direita’ a bater palmas, mesmo com o PSD a fazer de conta. Os partidos do regime sabem que o poder é transitório. Por isso interessa conservar os poleiros para quando chegar a hora dos seus rapazes.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)